2005-12-12

Poemas de saliva, Ricardo Kelmer

James Dover Deslizo poemas de saliva No rascunho da tua pele Rimas profanas, estrofes abissais O sentido profundo de um verso Fala a língua dos teus gestos Em convulsões gramaticais Poemas recatados na tua pele sem pecado Poemas de navalha no teu corpo sem perdão A figura de linguagem do desejo Fala a língua do meu beijo Sem tradução

2 comentários:

Blogger wind disse...

Bonito e sensual:)

12/12/2005 10:09:00 da manhã  
Blogger jacky disse...

:)

12/14/2005 01:34:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home