2006-03-13

Gruta

Estava a passear à beira-mar quando descobri uma espécie de porta numa rocha. Pareceu-me uma entrada para uma pequena gruta. O dia estava lindo, demasiado quente. Achei que poderia entrar para ver o que estava lá dentro. No início não via bem lá dentro. Mas depressa os meus olhos se habituaram à escuridão… Reparei então que estava numa espécie de hall para algo grandioso. Umas escadinhas cavadas na rocha conduziam algures mais abaixo para algo que reluzia. Aventurei-me apesar de não ser muito de me enfiar em locais fechados onde tivesse medo de deixar de respirar… Comecei a descer os degraus: um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez… Olhei para cima e vi que me afastava cada vez mais da entrada, da luz, do calor e do ar. Hesitei. Continuar a descer ou voltar para trás e subir? Lá me decidi e continuei a descer: onze, doze, treze, catorze, quinze, dezasseis, dezassete, dezoito, dezanove, vinte… E se de repente aparecesse algum bicho estranho ou alguém? Não. Não valia a pena pensar nisso e desistir. Vinte e um, vinte e dois, vinte e três, vinte e quatro, vinte e cinco, vinte e seis, vinte e sete, vinte e oito, vinte e nove, trinta… Trinta degraus, trinta anos. Já tanto tinha vivido e ainda me faltava tanto para viver. Pelo menos, assim queria eu… Trinta e um, trinta e dois, trinta e três… Este degrau tinha uma falha, Vá-se lá saber porquê. Trinta e quatro, trinta e cinco, trinta e seis, trinta e sete… Os degraus acabavam aqui. Que coincidência. Logo 37. Avancei em direcção da luz. Mais perto, reparei que a luz era um círculo de velas que tremelicavam à volta de algo que parecia ser uma porta para lugar incerto. Estava agora muito perto. Era um espelho, talvez, um pouco estranho. Parecia ser um espelho mágico, onde eu me via reflectida mas, ao mesmo tempo, não era bem eu… Um espelho-porta que me iria levar para o outro lado. Será que lá queria entrar? Que fazer? Arriscar e entrar? Ou jogar pelo seguro e retroceder?
(continua amanhã)

8 comentários:

Anonymous charlie disse...

Hummm..
Apetece ser já amanhã.. :)

3/13/2006 08:03:00 da tarde  
Blogger Atlantys disse...

Entrar, sem dúvida ;)

3/13/2006 09:02:00 da tarde  
Blogger Marian disse...

arriscar e entrar... ;)

3/13/2006 09:53:00 da tarde  
Blogger 365dias disse...

hum estou esperando :-)
uma boa semana
bjs

3/13/2006 11:02:00 da tarde  
Blogger wind disse...

Arriscar e entrar, mas com prudência:)

3/13/2006 11:29:00 da tarde  
Anonymous eco de mim disse...

quem não arrisca não petisca!

3/14/2006 11:57:00 da manhã  
Blogger fgs disse...

Esta gruta soa-me familiar...

3/15/2006 06:20:00 da manhã  
Blogger jacky disse...

Ok OK ela já entrou no espelho da gruta familiar ;)

3/16/2006 11:59:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home