2005-12-20

Carta a uma amiga desalentada

. . Amiga, Gostava de te poder dizer que vais ficar bem porque o tempo tudo cicatriza, mas sei que de pouco serve. Perder um sonho de amor só pode conduzir a um grande desalento. Fica-se assim de cabeça baixa, braços caídos, sentada no chão, com vontade de entrar na terra e ficar no seu ventre até curar esse mal de amor. Gostava de te poder dizer que ficar à espera duma palavra, escrever-lhe palavras de amor e continuar na expectativa não serve de nada, mas sei que não adianta muito. Sei que precisas de expressar ainda o que sentes, de enterrar o passado, escrevendo o luto desse futuro abortado. Sei que sofres, mas se silenciasses, sofrerias muito mais... Só te posso dizer uma coisa, Amiga. Vive o momento. Não fiques estacionada no passado. Nem te morras por um futuro que não aconteceu. O futuro não existe na realidade. É apenas uma projecção da nossa mente. Só existe o presente e tem que ser vivido. Por isso, aproveita cada bocadinho que o presente te oferece e renuncia a esse sonho que já se esfumou. Já sabes, Amiga, se precisares de mim, estou por aqui. Um beijinho de amorizade
Jacky (20.12.2005)

6 comentários:

Blogger wind disse...

É sempre bom sabermos que temos os amigos quando precisamos deles. Mas também penso que se dói, deve-se deixar doer e seguidamente ir em frente.

12/20/2005 04:46:00 da tarde  
Anonymous Guardiã de Sonhos disse...

Olá
Li esta carta, chamemos-lhe assim, e ao lê-la pensei que ela se adequa a muitas pessoas, inclusivamente a mim...
As palavras são as certas...
Mas seja para que perca for, há sempre o período do luto...é preciso que ele passe e a pouco e pouco tudo se recomponha...
É isto que repito para mim todos os dias, mas o tempo custa a passar...
Para ti um feliz Natal com tudo de bom.
Bj

12/20/2005 05:01:00 da tarde  
Anonymous Clitie disse...

É verdade que me sinto numa tela, em que vou projectando os meus sonhos, mas que de repente vem outra imagem e se sobrepõe. É verdade que perdi tantas ilusões nestes ultimos dias, desacreditei tantas coisas, deixei de me lembrar até dos bons momentos que tive à força desta amargura. Estou, simplesmente, sem vontade de tudo...
Obrigada por tantas palavras amigas Jacky, afina a Vida continua em Monologo.
Um beijinho grande para ti amiga.

12/20/2005 07:05:00 da tarde  
Anonymous Clitie disse...

É verdade que me sinto numa tela, em que vou projectando os meus sonhos, mas que de repente vem outra imagem e se sobrepõe. É verdade que perdi tantas ilusões nestes ultimos dias, desacreditei tantas coisas, deixei de me lembrar até dos bons momentos que tive à força desta amargura. Estou, simplesmente, sem vontade de tudo...
Obrigada por tantas palavras amigas Jacky, afina a Vida continua em Monologo.
Um beijinho grande para ti amiga.

12/20/2005 07:05:00 da tarde  
Blogger digoeu disse...

escreves cartas muito bonitas aos amigos e amigas.
;)
venho deixar-te aqui duas ou mais palavras em troca de uma bonita que lá deixaste!
;)
"quando me quebram os sonhos, nascem-me asas", tenho-as tatuadas para não esquecer o lema!!
há dias escuros...mas é como dizia a musiquinha do Nescafé:
I can see clearly now....
e a cor volta!!
;)

12/21/2005 12:14:00 da manhã  
Blogger Vulcão disse...

Sem dúvida, palavras de amizade!
Muitas vezes são precisas e não as encontramos.

Mas nem sempre é fácil para quem está "desalentado/a" agir assim...
Tenta-se!

12/21/2005 09:44:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home