2006-03-17

Considerandos sobre o amor XXVIII

Accepter de dépendre de quelqu'un c'est accepter sa faiblesse, c'est s'accepter, c'est accepter d'aimer assez fort.* [Arlette Cousture] Amar intensamente pode ser verdadeiramente assustador porque aquelas barreiras instransponíveis que nos defendem contra as agressões afectivas de todos os dias caem como, quando jogamos ao burro em pé e o baralho cai todo! Os outros estão quase a acabar o jogo e nós temos todas as cartas na mão! Por um lado, parece óbvio que vamos perder o controlo; por outro lado, vemos tudo o que se passa, mais concentrados, mais conscientes do que nos rodeia. Amar intensamente acorda os sentidos que deixamos em banho-maria. De um momento para o outro, vemos a Primavera que desponta, ouvimos os passarinhos nas árvores, sentimos o perfume das primeiras flores, apetece-nos vestir tecidos suaves e frescos e comer aquela ameixa importada que tanto nos sabe bem! Amar intensamente torna-nos vulneráveis às críticas desse outro que, de repente, é único e insubstituível. O nosso humor repousa no mar da sua serenidade ou abala perante a fúria da tempestade. Amar intensamente é assustador por causa do medo da perda, do medo de um abandono que já se torna recorrente nestas relações-zapping, bem na moda num mundo cada vez mais próximo e cada vez mais distante... Texto de Jacky com imagem de Red Sorsdahl Phase *Aceitar depender de alguém é aceitar a própria fraqueza, é aceitar-se, é aceitar amar assim tão intensamente.

8 comentários:

Anonymous Cientista disse...

Sem dúvida, muito assustador!

3/17/2006 11:43:00 da manhã  
Blogger Passim disse...

Bem... Deu-lhe com força! ;) Que bom, Jacky!
Beijinhos para ambos...

3/17/2006 12:10:00 da tarde  
Blogger Claudia Barros disse...

Bem por causa desse amor é que eu hoje tenho uns enjoos horriveis! Quem manda!

3/17/2006 01:56:00 da tarde  
Blogger wind disse...

Concordo com tudo o que escreveste.

3/17/2006 02:46:00 da tarde  
Blogger digoeu disse...

não devia ser assustador algo tão bom!!é antes um pessimismo crónico isso de achar que é tão bom que vai acabar deopressa e mal!!
;)

3/17/2006 05:45:00 da tarde  
Blogger charlie disse...

O sofrimento que resulta do vazio que fica após uma entrega, faz com que as pessoas se tornem mais distantes.
Mais frias, temendo uma nova perda.
Amar é dar e receber, e muitas vezes dá-se tudo e descobre-se que ficou-se sem receber nada em troca...

3/17/2006 08:03:00 da tarde  
Blogger Clitie disse...

Pois é... tudo isso e muito mais...

Bjks e bom fim de semana.

P.S- Tens convite para festejar 1 ano de Vida.

3/18/2006 02:03:00 da tarde  
Blogger Amuadinho disse...

Bom Dia ;) Já estou com saudades dos seus texto.

Espero que volte rápido...

As melhoras para o seu computador =D

Bjinhos do André / Amuadinho

3/22/2006 01:15:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home