2006-03-07

O medo

Terra Laurant
O medo não tem formas. É uma indefinição que paira, uma ameaça que fica à espreita, como um felino camuflado pronto a atacar. O medo tem muitos rostos. Surge na escuridão num canto da casa, no zumbido dum insecto, no chiar dum rato, na teia de uma aranha, num objecto afiado. O medo tem muitos braços. Envolve-nos sem aviso prévio, com um cheiro que despoleta vivências antigas, com uma imagem que sugestiona filmes imaginados, com uma experiência nova que nos faz sentir inseguros. O medo não tem nexo, nem tem lógica. Curar um medo é tarefa árdua. Uma criança só pode vencer os seus medos com muito amor, paciência e compreensão. Exigir a uma criança de deixar de ter medo e obrigá-la a enfrentar os medos sozinha, só vai piorar a situação. Tive medo da escuridão e de andar de noite na rua durante muitos anos. O meu pai criou-me como um rapaz: uma gaja tem que ser forte, não há espaço para medos. Passei muitas noites acordada, gelada pelo medo, enfiada na cama, sem coragem para sair dela, até que chegasse o dia. Já em adulta, se estivesse em casa sozinha e falhasse a luz, era incapaz de me mexer e ficava paralizada pelo medo, até que chegasse alguém.
Não adiantou nada ser forçada e saber que o medo era fruto da minha imaginação. Simplesmente era incapaz de o dominar. Talvez tivesse sido diferente, se não me tivessem forçado a ser forte. Talvez tivesse sido mais fácil, se tivesse sido mais protegida.. Um dia, não sei como nem porquê, deixei de ter medo. Tinha 29 anos...

7 comentários:

Blogger wind disse...

Se calhar sabes, mas não queres saber:)

3/07/2006 02:51:00 da tarde  
Blogger ::mari:: disse...

Eu ainda tenho medo do escuro :((

Agora só consigo adormecer com a tv ligada! É terrível.

3/07/2006 04:10:00 da tarde  
Blogger Atlantys disse...

Eu tenho medo de tanta coisa ainda...

3/07/2006 04:20:00 da tarde  
Blogger ponto azul disse...

Eu tive medo do escuro durante a adolescência, mas sempre que entrava no prédio onde morava!às vezes ainda tenho medo dos filmes de terror...(nã esquecer daquele que fiquei 3 dias a dormir de luz acesa!)LOL Bjs :-)Mas com as crianças tem de ser no seu ritmo e dando-lhes confiança...

3/07/2006 04:48:00 da tarde  
Anonymous Cientista disse...

Aguardo calmamente esse dia...!

3/07/2006 07:06:00 da tarde  
Blogger Marian disse...

Fizeste-me lembrar a frase 'Onde ha amor não há medo'...
pelos vistos o 1º ciclo de saturno trouxe a emancipaçao de alguns desses medos! :))

3/07/2006 10:29:00 da tarde  
Blogger jacky disse...

Na verdade, deixei de ter medo da escuridão e de andar de noite, mas é óbvio que não irradiquei completamente o medo da minha vida e compreendo perfeitamente quem não conseguiu ainda dominar o medo!

Beijinhos para vocês, wind, mari, atlantys, ponto azul, cientista e marian :)****

Porque será que nenhum homem se manifestou? ;)

3/09/2006 01:26:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home