2005-11-25

considerandos sobre o amor IX

Medidas do amor Dizem que o amor sem medidas é que é o verdadeiro amor. Não concordo muito. O amor engloba uma escala imensa de emoções que vão desde uma ligeira nostalgia até a uma depressão profunda perante uma perda ou desde um contentamento suave até ao ágape. Uma pergunta que gostava de fazer era: Amas-me de que tamanho? Nunca quis uma resposta medida, antes uma resposta enamorada. Tudo isto vem de trás. Quando era pequenina, acreditava que o Pai Natal morava no céu. O céu era muito longe. Quando os meus pais me perguntavam se gostava deles, respondia-lhe que gostava deles até ao Pai Natal. E era verdade. Era o maior tamanho que conseguia imaginar. As crianças gostam desta pergunta, os adultos é que não, porque talvez não queiram amar uma imensidão...

6 comentários:

Blogger wind disse...

Ai Jacky o amor é tão complicado. Não sei se é como escreves, que não queiram amar uma imensidão, mas talvez as cedências que ambos têm de fazer e nem toda a gente está preparada para isso.

11/25/2005 12:48:00 da tarde  
Blogger Vulcão disse...

Talvez, racionalizando.
Ou porque não se quantifica mesmo o amor.

A tua visão de criança é assim mesmo, como as crianças sabem ser, mágicas.

Penso que se pode brincar com as tais "medidas do amor", mas a sério, não.

11/25/2005 05:20:00 da tarde  
Blogger jacky disse...

:) wind que se preparem então!!!

Também não costumo quantificar, vulcão, mas gosto de brincar com as palavras :))

11/25/2005 07:59:00 da tarde  
Blogger Alegrao disse...

O tamanho não é importante. Se a resposta for "amo-te mais que tudo" não fala em distâncias ou tamanhos mas é igualmente forte. Beijo

11/26/2005 01:30:00 da manhã  
Blogger Menina_marota disse...

Amo-te para além de mim mesma...esta será a melhor definição que eu tenho acerca do amor.

Amo-te. Estou aqui... jamais te deixarei... esse jamais... é sincero!
Jamis o deixarei!

O amor pode não ser físico, muita coisa se perdeu, mas ele está lá, numa outra essência, numa outra entrega...

e, depois perguntam-me:

"amas-me, assim mesmo?"
"Sim... amo-te, estejas como estiveres..."

E é verdade. Mas há tantas formas de amar... e, esta não deixa de ser mais verdadeira!

Um abraço carinhoso e bom fim de semna :)

11/26/2005 12:00:00 da tarde  
Blogger Maria vai c'as ostras disse...

Jacky, eu devo ser uma das felizardas a quem já ensinaram o tamanho do amor - postei isto no meu blog, mas transcrevo aqui:
*******
10 da noite, a pitorra já devia estar a dormir... Mas acabou de sair daqui depois do seguinte diálogo:

- Mamã, posso só dizer uma coisa? Eu gosto de ti mil vezes maior do que o mundo...

(seguiu-se um abraço e uns quantos beijinhos)

Depois, virou costas... e foi dormir.

Derreti!
*******

Como se vê... o Amor é mil vezes maior do que o mundo, dito por quem sabe!

Jinhos... Adorei o Blog, vai para os links lá das Ostras!

11/28/2005 10:33:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home